domingo, 9 de abril de 2017

JORNAL HOJE EM DIA- MATERIA

PUBLICADO - JORNAL HOJE EM DIA- 09/04/17
Chef em casa no feriadão: terceirizar almoço de páscoa é boa opção para fugir da cozinha
Quem gosta de cozinhar e receber convidados sabe: comandar as panelas e ser um bom anfitrião ao mesmo tempo é uma missão bem difícil. Muitas vezes, a função de ir às compras, elaborar os pratos, colocar a mesa e servir acaba minando o prazer de confraternizar. Mas já que o assunto em voga é a terceirização, por que não passar adiante a direção do fogão?
Preparar o menu da Sexta-feira da Paixão ou do Domingo de Páscoa pode ficar muito mais interessante se um dos presentes for o personal chef (ou personal cook, se preferir). No bom e velho português, o cozinheiro pessoal nada mais é do que a figura que vai orquestrar o banquete e deixar tanto o dono da casa quanto os convidados bem à vontade.
Veterano em cozinhas profissionais, o chef Carlos Pita atende clientes em casa há mais de 15 anos. O serviço, garante, é completo. “Chego com tudo pré-preparado e organizado e devolvo a cozinha do jeito que encontrei ou até melhor”, brinca, mencionando o pacote oferecido, que inclui cozinhar, servir e limpar.
Para usufruir disso tudo e ainda desfrutar da comodidade de se portar como convidado é preciso (claro!) estar disposto a investir. Dependendo do menu e da quantidade de pessoas a serem servidas, a contratação pode chegar a R$ 120 por cabeça. Há quem cobre até mais.
Confira sugestões dos chefs para o almoço* de Páscoa:
- Chef Carlos Pita
Entrada: rolon de mussarela de búfala (tomate seco, alcaparras, champignon, rúcula, alface

americana)
Prato principal: risoto de bacalhau ao limão
Sobremesa: salame de chocolate com castanhas e nozes servido com sorbet de limão
Quanto custa: R$ 62 por pessoa

Como contratar um cozinheiro pessoal:
1- Defina o tipo de evento, o número de pessoas que receberá e os pratos que deseja servir.
2- Faça o contato com o chef escolhido com no mínimo uma semana de antecedência, assim será possível pensar em um menu mais adequado e ajustar as receitas.
3- O preço do serviço varia conforme a sofisticação dos ingredientes (frutos do mar e carnes exóticas, por exemplo, são mais caros) e número de convidados.
4- Se não quiser usar os utensílios que tem em casa, avise o chef. Muitos profissionais disponibilizam materiais próprios, mas incluem a comodidade no preço.
5- O serviço em casa inclui apenas entradas, prato principal e sobremesa. Programe-se para comprar as bebidas!
Chef Carlos Pita - chefcarlospita@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário